Fatores emocionais influenciam mais os consumidores masculinos no Brasil do que em outros países, aponta a pesquisa “O Homem Ideal, entendendo através das culturas”, da Kantar TNS

Do ponto de vista do consumo, o homem brasileiro tem um envolvimento emocional com as marcas que tenham algum significado para ele muito mais forte que os consumidores de outros países. O europeu e o americano, apesar de terem um componente emocional, praticam uma compra racional. O brasileiro não só compra o produto, como procura interagir com a marca: ele busca saber o que ela está fazendo e no que ela acredita. Esta constatação faz parte do estudo “O Homem Ideal, entendendo através das culturas”, realizado pela Kantar TNS, que identificou o perfil comportamental do homem brasileiro em comparação com os americanos, chineses, alemães, indianos e ingleses.

O levantamento mostra que enquanto os americanos prezam a imagem, os chineses levam em consideração a confiança e a prudência, já o brasileiro é informal: quer estreitar distâncias a todo custo, prioriza o afetivo e as relações pessoais. Além disso, aceita ser amado ou odiado, mas nunca esquecido. O uso da improvisação é fundamental no jeito brasileiro de fazer as coisas e os negócios. É praticamente como uma lei, revela a pesquisa qualitativa da Kantar TNS.

O brasileiro tem um reflexo que tenta converter cada situação em uma oportunidade. O “jeitinho brasileiro” é a sua maneira de conseguir o que quer de forma suave e inteligente. Nem sempre de acordo com as leis, mas deve ser uma solução pacífica que não trará repercussões para os entes queridos. Outra característica identificada no estudo é o esforço em evitar conflitos. Para isso, faz uso de uma conversa mais “doce” e favores comerciais, criando um conjunto de habilidades que promove o seu reconhecimento social.

O brasileiro também valoriza o dinheiro como forma de sucesso embora a vaidade e o consumismo não sejam suas únicas características: são altamente apegados aos familiares e a suas amizades. Em relação à família, revela a pesquisa da TNS Brasil, o sexo masculino sempre a coloca em primeiro lugar, antes mesmo até do dinheiro. Seu maior desejo é ser amado e estimado por parentes.

O material Ideal Man classifica os homens em algumas categorias como “o homem comparado com outros homens”, “homem versus mulher”, “seus propósitos”, “his x factor”, “modus operandi”, “seus ajustes às circunstancias”. O estudo ilustra como as culturas nacionais podem lidar com as mesmas questões de maneira diferente e é permite que as marcas globais tenham profundo conhecimento sobre como articular suas proposições gerais dentro das culturas nacionais.

resultados-analise

Envie seu Comentário ;)

comentários