Amazon quer abrir o porta-malas do seu carro para agilizar entregas

0
54

Você deve se lembrar de quando a Amazon passou a entrar na casa de seus clientes para fazer entregas. Agora, a empresa também quer deixar os produtos diretamente no porta-malas do seu carro. Isso faz parte da extensão do serviço Amazon Key, que existia desde outubro do ano passado.

Com a novidade, quem não pode receber uma entrega pessoalmente tem a opção de indicar o veículo como alternativa. O serviço está disponível em 37 cidades dos Estados Unidos para assinantes do Amazon Prime que têm carros da GM ou da Volvo.

Os carros precisam ter sido fabricados a partir de 2015 e contar com as tecnologias On Star ou Volvo On Call. Segundo o TechCrunch, a Amazon trabalhou com as duas montadoras para conseguir oferecer a solução.

Para o serviço funcionar, é preciso que o veículo seja cadastrado previamente no site da Amazon. A empresa pede dados como fabricante, modelo, cor e placa e, em seguida, solicita permissão para acessar o carro.

A entrega só é realizada se o carro estiver, no máximo, a dois quarteirões do endereço fixo informado no site, como casa ou trabalho. Durante o transporte, a Amazon envia uma série de notificações para te manter a par da situação.

Ao encontrar o veículo com a ajuda do GPS e das informações presentes no site, o entregador digitaliza o código do pacote e pede permissão para destravar o carro. O produto é deixado no porta-malas, a entrega é confirmada e o carro é novamente trancado.

De acordo com a Amazon, o entregador não consegue realizar nenhuma outra ação até realizar esse procedimento. Se, por algum motivo, o carro não estiver livre, o funcionário da Amazon se encaminhará para o endereço informado para tentar realizar a entrega convencional.

Além da marca do veículo, existem limitações de peso (22 kg), dimensão (66 x 53 x 40 cm) e preço (US$ 1.300). A opção está disponível somente para as entregas realizadas pela própria Amazon, não por vendedores individuais que usam a plataforma.

Envie seu Comentário ;)

comentários